Quais as opções de carreira para quem está se formando em odontologia?

Você está se formando em odontologia, mas ainda não decidiu qual caminho seguir na sua carreira? Saiba que existem diversas opções que podem ser escolhidas por profissionais recém-formados nessa área.

Muitos pensam em ter uma clínica própria, outros preferem trabalhar para terceiros e há ainda os dentistas que preferem empreender investindo em uma franquia odontológica.

Conheça um pouco mais sobre cada uma dessas opções e veja qual se aplica ao seu perfil!

Trabalhar para alguém

Uma opção comum para os rumos da carreira de dentista é trabalhar em clínicas ou consultórios de terceiros.

Por um lado, você não terá certas responsabilidades e investimentos financeiros, como exigem os empreendimentos como uma clínica ou uma franquia.

Por outro lado, como ocorre com outros empregos, existe uma maior dependência das demandas do mercado, do interesse do empregador em contratar e de fatores que não necessariamente dependam de você.

Portanto, é preciso pesar as facilidades que essa opção pode trazer e as dificuldades para conquistar maior estabilidade profissional e financeira.

Ter a própria clínica

Para trabalhar em seu próprio consultório, você pode atuar como autônomo ou abrir uma clínica, constituindo empresa. Em ambos os casos, o dentista deve ter bons conhecimentos em finanças, gestão e administração, para que o empreendimento tenha êxito.

Quando se é autônomo, é preciso considerar, por exemplo, que a remuneração fica bastante vinculada aos atendimentos. Assim, uma folga ou mesmo as férias, muitas vezes, acabam sendo adiadas para um futuro incerto.

Além disso, o profissional liberal deve estar atento a diversos aspectos burocráticos, que são necessários para a garantia da qualidade da clínica. Registro na prefeitura, solicitação de alvarás da Vigilância Sanitária e do Corpo de Bombeiros e realização do cadastro junto ao CNES (Cadastro Nacional de Estabelecimento de Saúde) são alguns dos requisitos.

No caso de registrar a clínica como empresa, há ainda outras exigências, como registro no Cartório ou na Junta Comercial e abertura de CNPJ.

Em todo caso, ter sua própria clínica requer planejamento e uma análise minuciosa dos investimentos e riscos envolvidos, além de boas parcerias e um bom plano de marketing e divulgação.

Abrir uma franquia odontológica

Outra opção para o dentista que está se graduando são as franquias odontológicas. Esse modelo tem se tornado tendência, apresentando bons índices de faturamento e um crescimento significativo no mercado.

No modelo de franchising você conta com a vantagem de ter todo o apoio e a infraestrutura da franqueadora.

Assim, o dentista franqueado não precisa ser um profundo conhecedor do mundo dos negócios, já que o franqueador supre essa carência com treinamento e suporte. A empresa também oferece o know-how sobre o negócio, auxiliando o novo empreendedor na escolha do melhor ponto comercial, no plano de marketing e em outros aspectos.

Além disso, as franquias apresentam menor risco de negócio, pois, com o reconhecimento da marca, os resultados tendem a ser mais satisfatórios e a garantia de lucro, maior. Com isso, o franqueado recém-formado se torna referência no mercado mais rapidamente, ganhando a confiança do público e conquistando uma clientela com mais facilidade.

Essas são algumas das opções de carreira que você pode escolher ao se graduar em odontologia. Avaliando as características de cada uma, você poderá fazer a escolha certa!

Agendamento
 
WhatsApp chat entre em contato